transtorno bipolar

O que é transtorno bipolar?

O transtorno bipolar é uma doença psíquica que traz fortes prejuízos ao paciente, pois ele altera o comportamento e a forma de enxergar a vida, causando graves oscilações emocionais. Contudo, apesar de ser um problema sério, poucas pessoas sabem o que realmente significa essa patologia, já que ela pode ser confundida com outras doenças.

Este é um distúrbio que deve ser acompanhado pelo psiquiatra, para que o paciente possa ter mais qualidade de vida, especialmente em situações mais graves.

Para você entender como ela ocorre, abaixo, vamos mostrar quais são os principais sintomas e as melhores opções de tratamento para quem sofre com este distúrbio.

Confira!

O que é transtorno bipolar?

Ela é uma doença com variações de frequência e intensidade, podendo ser leve, moderada ou grave. O portador tem mudanças bruscas de comportamento, variando entre euforia e depressão, de forma muito repentina.

As alternâncias de humor fazem com que o paciente fique um momento em estado eufórico e, no momento seguinte, sinta forte tristeza.

Neste caso, o humor do indivíduo sofre tais mudanças, atingindo também sua energia e eficiência na prática das atividades do dia a dia.

Os episódios podem ocorrer em qualquer momento, ou se manifestarem de forma mais rara. O transtorno bipolar não tem cura, no entanto, é possível controlar os sintomas que prejudicam a qualidade de vida do paciente por meio de tratamentos específicos, e com o acompanhamento médico especializado.

Quais as causas?

A causa deste transtorno ainda é desconhecida. Entretanto, pesquisadores acreditam que hajam fatores que contribuem para o surgimento da doença, tais como:

  • peculiaridades biológicas, em que o portador tem diferenças estruturais no cérebro;
  • desequilíbrio na produção de neurotransmissores responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar, como a dopamina;
  • problemas hormonais;
  • hereditariedade, já que o histórico familiar influencia o desenvolvimento do problema;
  • fatores do meio ambiente, como estresse, abusos de substâncias, como álcool e drogas.

Quais os sintomas?

Os sintomas variam conforme a fase da doença, como você verá a seguir.

Fase maníaca

Nesta fase, o paciente se torna eufórico, mesmo em situações que não favorecem o aumento da energia. Com isso, o indivíduo apresenta:

  • distração;
  • redução da necessidade de sono;
  • pouco controle emocional;
  • compulsão alimentar e sexual;
  • hiperatividade;
  • pensamentos acelerados;
  • autoestima elevada;
  • agitação e irritabilidade.

Fase depressiva

Nesta fase, o portador fica em repouso, sem vontade de interação com outras pessoas, podendo sentir uma tristeza imensa sem motivo aparente. Com isso, o paciente pode ter os seguintes sintomas:

  • desânimo;
  • fome excessiva;
  • fadiga;
  • falta de memória;
  • pensamentos suicidas;
  • insônia;
  • baixa autoestima;
  • perda de interesse em atividades do dia a dia.

Qual o tratamento?

O tratamento varia conforme o caso. Em geral, é necessária a união entre o médico psiquiatra e psicólogos. É comum a recomendação de medicamentos para o controle dos sintomas de humor.

Além disso, é importante a realização de sessões de psicoterapia para que o paciente possa entender como é a sua doença e se expressar conforme suas necessidades.

O transtorno bipolar não tem cura, mas pode ser tratado, fazendo com que o paciente alcance uma vida mais saudável, com bem-estar e felicidade.


Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como
psiquiatra em Foz do Iguaçu!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe